Endomarketing: cuidar primeiro de quem é da casa

Endomarketing é uma estratégia de marketing institucional, por isso falamos cuidar de quem é da casa primeiro.

As ações devem ser sempre pensadas de dentro para fora, ou seja, primeiro dentro da empresa e depois as ações irão para as ruas, para a divulgação junto aos consumidores.

É uma ótima estratégia para diminuir a rotatividade de pessoal dentro da empresa e atrair profissionais. ou seja, as ações criam uma imagem de uma empresa boa para trabalhar, de um clima organizacional melhor, mostra que a organização se preocupa com os seus colaboradores, e os torna grandes embaixadores da marca.

Ao adotar essas ações os funcionários se sentem melhor recebidos, que fazem parte de fato do sucesso da marca, que a empresa reconhece a importância deles.

Quando os colaboradores de uma empresa se sentem mais motivados e satisfeitos com o emprego eles passam a falar mais sobre a marca para seus amigos e familiares de forma positiva. Portanto, é uma estratégia favorável para ambas as partes.

Para entender melhor sobre a estratégia, é preciso entender que o endomarketing não trabalha somente com ações em marketing.

É uma junção do RH com o Marketing, ou seja, o setor de recursos humanos precisa atender todas as necessidades dos funcionários da empresa.

Por isso, é fundamental que ambas as partes estejam envolvidas e criam atividades internas na empresa para que resultem em motivação, como por exemplo:

                      * Treinamentos de capacitação;
                      * Troca de experiência entre colabores;
                      * Palestras;
                      * Participação da família;
                      * Apresentação de resultados;

Todas essas ações fazem com que o funcionário se sinta valorizado e parte da empresa, o tornando assim um profissional mais motivado, já que ele sabe que a empresa compreende a importância que ele têm.

As empresas devem trabalhar o endomarketing por vários motivos:

  1. Os colaboradores se tornam mais motivados;
  2. Aumento da produtividade;
  3. Menor rotatividade;
  4. Funcionários leais a empresa e mais compromissados com o trabalho;
  5. Clima organizacional muito melhor;
  6. Qualidade e bem estar no trabalho;

Para implementar o endomarketing na empresa é saber quais são as necessidades da equipe, por isso o RH é parte fundamental nesse quebra-cabeça.

Uma vez que a organização entende quais são as necessidades e dificuldades da sua equipe, que pode ser feito um levantamento através de pesquisas internas, é hora de planejar as ações.

Treinamentos e dinâmicas auxiliam no entrosamento da equipe, além disso pagamento de bônus ou prêmios para os profissionais que tiveram melhores resultados ou alcançaram metas auxilia muito na motivação da equipe.

Dentre as estratégias que você pode implementar na sua empresa estão:

  1. Comunicação interna
    A comunicação é o ponto crucial dentro de uma organização, é preciso facilitar. É preciso incentivar o dialogo, ter abertura para que os funcionários coloquem seus pontos de vistas, ouvir os colaboradores.
    Esse tipo de ação faz com que os funcionários se sintam úteis e peças fundamentais.
  2.  Palestras
    Palestras motivacionais tendem a acrescentar maior entusiasmo nos profissionais, dando a eles um maior preparo.
  3. Integração
    Pode ser uma festa de encerramento, do dia do funcionário, presentes em datas comemorativas, atividade de comemoração de aniversário da empresa, ou até interação no aniversário dos funcionários. Todas essas ações auxiliam na proximidade dos colaboradores de uma empresa.
  4. Pesquisa de satisfação interna
    É preciso dar voz aos funcionários, ouvi-los, e uma pesquisa de satisfação mostra a eles que a empresa se importa com o opinião deles.  Também é interessante perguntar ao colaborar o que mais eles gostaria de ter na empresa, eventos, cursos, etc.
    Desta forma, a empresa pode identificar quais pontos ela precisa melhorar e quais ações estão tendo melhor resultado diante o ponto de vista do próprio colaborador.
  5. Benefícios
    Vale alimentação, vale transporte, plano de saúde, todas essas possibilidades podem e devem ser exploradas. Horários flexíveis e possibilidade de home office também são grandes atrativos.
  6. Plano de cargos e carreira
    Empresas que adotam plano de carreira demonstram valorizar os profissionais. Desta forma os funcionários se sentem mais motivados ao saberem que têm chance de crescimento dentro da organização.
  7. Feedback
    Elogie em público, critique em particular. Os funcionários só irão saber que estão fazendo a coisa certa se você disser isso a eles, ou o contrário, quando eles recebem elogios se sentem mais valorizados e entendem que o trabalho deles é reconhecido.
  8. Treinamentos
    Todo mundo gosta de receber treinamentos e cursos para se qualificarem. E isso demonstra que a empresa se preocupa com seus funcionários.
  9. Vídeos institucionais
    Demonstre como a sua empresa é por dentro, como é a rotina, utilize imagens do seu pessoal trabalhando, ou um funcionário falando sobre a empresa.
  10. Eventos
    Podem ser eventos tanto interno quanto externo, leve o seu trabalho para a comunidade onde a empresa está localizada, interaja com o público ao redor dela também, seja ações em escolas ou grupos regionais.

E endomarketing digital, é possível?

Sim, é possível.

Tudo deve ser adaptado, e com o grande avanço das mídias digitais o endomarketing também pode ser adaptado a isso. As mídias onlines podem e devem serem utilizadas também para a comunicação com os funcionários.

Para fazer uso dessa estratégia, a empresa pode manter um blog com assuntos de interesse dos colaboradores, utilizar vídeos também promovendo conteúdo que possa interessar aos funcionários, fazer uso de e- mail personalizado, aplicativos, grupos nas redes sociais, chat interno, entre outros conteúdos que possam ser desenvolvidos para os colaboradores na internet.

O linkedin é uma ótima aliada na hora de distribuir o conteúdo desenvolvido pro endomarketing digital, justamente por se tratar de uma rede social profissional. Lá também é possível criar um grupo para os colaboradores da empresa e distribuir o conteúdo desenvolvido para eles.

E ele não irá auxiliar apenas os colaboradores que já fazem parte da empresa, pode atrair outros profissionais para a organização.

Existem ainda muitas outras estratégias que você pode aplicar dentro da sua empresa, o ponto crucial é pesquisar e estabelecer quais serão mais importantes e assertivas para motivar os seus funcionários.

Na sua empresa já existe política de endomarketing digital?
Entre em contato conosco contato@effortdigital.com.br

5 Podcasts para você acompanhar

Os podcast tomaram espaço nos meios de comunicação.

Podcast nada mais é do que uma mídia de transmissão de informação. É como se fosse um programa de rádio, porém fica disponível para que você possa ouvir a qualquer hora e onde estiver. A outra vantagem é que os podcasts são separados por conteúdo, então você pode escolher o assunto sobre o que deseja ouvir.

Para te ajudar, fizemos uma lista com alguns dos mais importantes podcasts sobre mídia social, design, marketing e tecnologia:

  1. Yellowcast
    Costumam falar sobre design, comunicação e claro, redes sociais.
    Não costumam manter uma frequência exata mas tem sempre algum conteúdo bem bacana pra conferir lá.
    Os acompanhe no Soundcloud.
  2. Código aberto
    Aqui você pode conferir o que dizem os grandes nomes do mercado de marketing.
    Vários profissionais influentes da área costumam conversar sobre duas ideias e o que pensam pro futuro na área.
  3. Fábio Prado 
    Grande nome quando o assunto é facebook ads.  Um dos profissionais com maior autoridade no assunto.
    Lá você poderá encontrar muitas dicas de facebook e instagram.
    Acompanhe no soundcloud.
  4. VDBcast
    Podcast do viver de blog. Lá você irá encontrar informações sobre criação de conteúdo, produtividade, marketing digital, entre outros assuntos relacionados a área.
    Confira no soundcloud.
  5. Canaltech
    De forma bem clara lá é possível entender um pouco melhor do que está acontecendo no mundo da tecnologia.
    Além de sempre fazerem análise sobre novos produtos lançados no mercado e descomplicar os termos.
    Confira no soundclud. 

Aproveite para saber mais sobre o mundo do marketing e como você pode melhorar os resultados da sua marca.

Tem mais algum poscast para indicar ou gostaria de tomar um café para falar sobre marketing?
Nos envie uma mensagem, vamos adorar conversar com você ☕
📱 (48) 9 9848-1252
📧 contato@effortdigital.com.br

Como montar o seu Mídia Kit?

Mídia Kit nada mais é do que uma apresentação de meios de comunicação digital, site ou redes sociais, bem como a precificação dos espaços. Pode ser usado por empresas, ou veículos de comunicação, e atualmente também é muito usado por blogueiras.

O mais importante de um mídia kit é ser original, ter a sua cara, da sua marca, uma identidade só sua. Para te ajudar vamos separar em tópicos para entender melhor como funciona.

  1. Pra que serve?

Como já mencionado, é um arquivo para apresentar um site, blog ou rede social que contenha dados de acesso, público, preços e demais dados que possam interessar ao anunciante.

É uma espécie de vitrine onde é destacado todos os pontos positivos de anunciar na plataforma em questão, afim de orientar e cativar o possível patrocinador.

 

  1. Como fazer a apresentação?

O mídia kit pode ser feito em uma página do seu site ou em PDF para enviar para quem solicitar os valores. Você deve informar todos os seus contatos e se certificar de que estejam bem visíveis neste documento e seguir uma lógica das informações.

 

  1. Design

Este é um passo muito importante, porque você estará apresentando a sua marca, o seu trabalho, portanto é preciso que ele tenha a sua identidade e seja agradável.

Não coloque informação demais, aqui falo em termos de cores e como distribuir o texto.

Lembre-se a primeira impressão é a que fica e que uma imagem vale mais do que palavras. Bem clichê, mas pura verdade.

Você precisa ter um material de fácil leitura, agradável e de forma clara, objetiva.

O uso de gráficos ajuda muito a leitura dos dados, como por exemplo o perfil do público.

 

  1. Segmento

Afinal, você fala sobre o que? Moda? Viagens? Comida?

É preciso que você coloque de forma direta qual o tema do seu trabalho. É importante ter um foco, assim fica mais fácil para o patrocinador saber se o assunto tem relação com a marca dele ou não.

Aqui também podemos falar sobre os dados.

Você pode colocar todos os dados que julgar interessante.

Coloque informações dos leitores como dados demográficos: sexo, idade, localidade etc. essas informações você consegue direto pelas métricas das redes sociais.

 

  1. Pesquise

Além dos dados citados anteriormente, tem outros que podem ser importantes também, e para saber você pode fazer uma pesquisa com o seu público.

Isso vai mostrar ao anunciante que você conhece de fato e fez a lição de casa.

Dados como: consumo de compras, escolaridade, renda, quantidade de horas na internet, que tipo de produtos consomem pela internet, entre outros dados serão muito importantes para o seu patrocinador, além de ser um diferencial para o seu negócio, assim você terá muito mais chances de fechar o anúncio.

 

  1. Estatísticas: números são importantes

São importantes quando são os números corretos, por exemplo, número de seguidores é importante, mas quanto dessas pessoas realmente interage? número de visitantes é muito importante, mas por quanto tempo esse visitante fica na sua página? E quais as ações dele?

É preciso medir o que é mais interessante para o possível anunciante.

Portanto entenda que:

  • Visitante: é aquele que sempre acompanham o seu trabalho, é o número que visitou uma vez e sempre volta para a sua página.
  • Visitante único: visitou apenas uma vez e nunca mais voltou.
  • Visualização de página: especificação da visita, começam os dados de ações dentro da página.
  • Taxa de rejeição: é o número de visitantes que entrou no site e ficou pouco tempo, ou entrou em apenas uma página e já saiu.
  • Tempo de permanência: e o tempo que o visitante costuma ficar no seu site e em cada página.

Vale lembrar que você nunca deve mentir sobre estes dados, não aumente os números, tenha uma apresentação sincera, para evitar problemas com os anunciantes, afinal, não é legal prometer algo e não cumprir.

 

  1. Publicidade

Você deve informar também se o seu blog apareceu em jornais, revistas, ou citado em outros sites.

Também vale colocar prêmios que você tenha sido indicado ou que recebeu.

Tudo isso reforça a sua credibilidade.

 

  1. Espaço e preços

De que forma será feito o anúncio e qual o preço?

Aqui é necessário descrever todos as formas de anunciar no seu blog ou rede social.

Banner no site, post patrocinado, vídeos, texto no blog, sorteios etc.

 

  1. Depoimentos

Muito importante também são os depoimentos, tanto do seu público, e muito mais de quem já anunciou. Por isso faça pesquisa de satisfação com anunciantes, para ter esse material e deixar o seu mídia kit muito mais completo.

Para o anunciante é muito mais fácil a decisão quando ele vê a opinião de quem já anunciou, da experiência de outras pessoas.

Coloque um “o que dizem sobre nós” em seu mídia kit.


Um mídia kit precisa transparecer a identidade da marca, ter todos os dados importantes, tanto de métricas quanto de pesquisa. Para ter muito sucesso com o mídia kit é necessário expressar de forma clara todas as vantagens de anunciar no blog ou rede social.


Precisa de um mídia kit para a sua marca? Fale conosco, podemos lhe ajudar.

(48) 9 9848-1252

contato@effortdigital.com.br

 

 

CTA: Chame para a ação

CTA é a sigla para Call to Action, ou seja, é uma chamada, que pode ser visual ou textual, para que o visitante de uma página realize alguma ação, desta forma, é uma ótima estratégias para gerar leads (contatos de clientes em potencial).

Existem diversos tipos de CTA’s, pode ser o link para um outro post relacionado ou uma oferta de algum material, que pode ser um e-book.

Para ter um CTA eficiente é preciso escolher o melhor formato para o perfil do seu negócio, e é importante que a oferta chame a atenção do leitor para que ele clique e realize a ação que você espera, e assim você terá um novo lead.

É preciso também que você tenha bem claro um objetivo na hora de criar um CTA, que pode ser por exemplo:

  1. Gerar trafego para outro artigo do blog;
  2. Inscrições em newsletter;
  3. Fazer download;
  4. Compartilhar, curtir ou comentar;
  5. Seguidores nas redes sociais;
  6. Assistir a um vídeo;
  7. Responder a uma pesquisa;
  8. Participar de um evento, ou uma live; etc.

Você pode utilizar uma CTA em várias partes do site ou outra plataforma, pode ser na home do site, nos artigos do seu blog, nas redes sociais, no e-mail marketing, em anúncios, vídeos, em ofertas entre outras.

Existem também os chamados CTA’s inteligentes, que são direcionados para visitantes recorrentes, ou seja, que já conhecem a sua marca, serviço ou produto, é neste momento que você pode gerar conversões, vendas.

Por isso é importante criar segmentação para a sua oferta, para que ela seja direcionada a quem realmente importa, o seu potencial cliente.

Seguindo estes passos você terá um CTA eficiente e poderá prospectar novos clientes para o seu negócio.

Assine a nossa Newsletter

contato@effortdigital.com.br / (48) 9 9848-1252