Gatilhos mentais: Como utilizar nas estratégias de marketing

Todos os dias tomamos muitas decisões, que vão desde decidir o que vamos comer, que roupa vamos usar, ir ou não para uma festa, assistir a uma série. Tomamos decisões o dia todo.

Não é diferente nas decisões de consumo de produtos ou serviços.

E você pode usar alguns gatilhos na sua estratégia de marketing que auxiliam as pessoas a decidir por uma coisa ao invés de outra.

E o que são gatilhos?

São decisões que tomamos no piloto automático.  Nosso cérebro sempre tanta poupar energia, e por isso ele segue caminhos de decisões que já tomamos anteriormente, caminhos conhecidos.

Ou seja, gatilhos mentais são facilitadores do nosso cérebro.

Exemplos de gatilhos mentais

Um exemplo de gatilho que funciona muito bem é a reciprocidade, ele é o gatilho mais nobre e pode ser usado em qualquer negócio. Sempre ofereça materiais gratuitos para seu público. Até quando for vender algo, dê uma amostra grátis do seu produto ou serviço. Assim, a pessoa ficará com a sensação de que está te devendo um favor e precisa retribuir de alguma forma, seja cadastrando o e-mail na sua lista ou mesmo comprando um de seus produtos ou serviços.

 E o mais importante: tenha a reciprocidade como um hábito.  A sensação de ajudar as pessoas e se sentir útil é imensurável, por mais que gerem frutos para o seu negócio, os ganhos vão muito além do que a ciência consegue explicar.

Outro gatilho muito interessante é o “porque”, por mais que a maioria de nossas decisões é feita no âmbito do inconsciente, nossa mente sempre procura razões para justificar nossas escolhas.

Gatilhos mentais como escassez e urgência também funcionam muito bem. É aquele ditado de que temos que perder para dar valor. Quando o cliente não está totalmente seguro da compra, pensar que talvez possa nunca mais ter a chance de obter pode influenciar a agir.

O gatilho de urgência é ligado ao tempo. O uso das frases: compre agora mesmo, ou comece ainda hoje, geram um alerta de que se não adquirir naquele momento pode nunca mais ter a chance de ter aquele produto ou serviço ou até mesmo com aquele preço.

O gatilho da autoridade, ter uma presença forte também influencia. Quando a marca mostra que realmente entende do assunto gera um conforto maior ao consumidor, um sentimento de que ele fez a escolha certa. Depoimentos de clientes também podem auxiliar neste processo de decisão como um gatilho, uma vez que influência.

Prova social. Se você tivesse que escolher entre um restaurante com fila de espera e um totalmente vazio? Provavelmente escolheria o restaurante lotado, uma vez que temos medo de nos decepcionar. Então a decisão de escolher por um que tem um número maior de procura nos deixa mais seguros de que tomamos a decisão certa.

O ser humano tem uma necessidade de pertencer a grupos. Então novamente, use os depoimentos a seu favor. Marketing boca a boca ainda funciona muito bem.

O gatilho da antecipação. Quando for lançar um novo produto ou serviço, planeje a divulgação semanas ou até meses antes, e vai soltando informações aos poucos. Isso irá gerar uma curiosidade e fará mais pessoas acompanharem o seu negócio.

A novidade também funciona, uma vez que o ser humano adora algo novo. Elas nos tiram da nossa zona de conforto e despertam o alerta e interesse. As empresas de automóveis utilizam muito deste gatilho.

De tempos em tempos faça atualizações significativas em seus produtos ou serviços. Além de utilizar o atalho mental você não vai deixar sua marca ser obsoleta.

Utilizando os gatilhos mentais citados acima você vai dominar a persuasão e aumentar suas vendas.